Sogrape e INL partilham patente de sensor para controlar a maturação das uvas

Este projeto resulta da parceria continuada entre a Sogrape e o INL, iniciada em 2015, para exploração de oportunidades de tecnologias emergentes, como a microeletrónica e nanotecnologia, para o setor vitivinícola.

Sem necessidade de retirar amostras na vinha nem fazer análises num laboratório, o sensor analisa a luz que é reemitida pelos tecidos da uva e que varia conforme os teores em açúcares e ácidos orgânicos aí existentes. Durante a maturação, os teores em açúcares aumentam e os de ácidos orgânicos diminuem.

A inovação do desenho reside na forma de fixação dos sensores no cacho de uvas e na capacidade de poder analisar vários bagos ao mesmo tempo, o que permite ter uma visão representativa da variação que existe não só dentro de cada cacho, mas entre cachos e entre videiras na mesma vinha, dando ao viticultor e ao enólogo uma visão precisa de como a maturação ocorre em cada local, em tempo real.

A simplicidade do conceito registado e a utilização de microcomponentes optoelectrónicos de precisão na sua construção, permite antever uma comercialização a preços acessíveis quando a sua produção for feita em série. A patente está registada na União Europeia, Reino Unido, EUA, África do Sul, China e Austrália, e estando em curso de registo na Nova Zelândia e Chile.

Há vários anos que o departamento de I&D da Sogrape promove parcerias duradouras para trazer a excelência científica ao desenvolvimento e progresso do setor vitivinícola. De acordo com António Graça, “esta patente nasceu de um desafio que lançámos ao INL com base num sonho de ter uma visão mais precisa e real da maturação da uva”. “Os investigadores do INL responderam a esse desafio interagindo connosco de forma periódica e frequente. Naturalmente, houve momentos de apreciação dos nossos vinhos que ajudaram a explicar o que as palavras não conseguem. E, assim, a invenção nasceu”, refere o Diretor de I&D da Sogrape.

Desde que revelou seu propósito, o INL tem trabalhado arduamente para cumprir sua promessa de se converter num centro mundial de nanotecnologia. “Com este acordo de partilha de patente, resultado de 5 anos de trabalho conjunto entre o INL e a Sogrape, abrimos caminho para um plano de exploração de propriedade intelectual mais consolidado e levamos a Internet das Coisas (IoT) às vinhas – a verdadeira a “sensorização” in loco”, afirma o Prof. Paulo Freitas, Diretor-Geral Interino do INL.

About Sogrape

Founded in 1942 by Fernando Van Zeller Guedes, Sogrape was born to demonstrate the quality of Portuguese wines to the world. From a single winery in the Douro Valley focused on the production of Mateus Rose, this family company has become global, with presence in more than 120 markets, owning c. 1,600 hectares of vineyards in Portugal, Spain, Chile, Argentina and New Zealand.

Moved by the purpose of bringing Friendship and Happiness to everyone it touches through its wonderful wines, family spirit and peak-performing team culture very much alive at Sogrape are key in the successful path it has been building for almost 80 years.

Under the leadership of Fernando da Cunha Guedes, current President and 3rd generation of the founding family, the leading company in Portugal aims to spread Sograpiness through the world and be affirmed as a catalyst for positive societal change, respecting the limits of the planet in the construction of a more sustainable and inclusive future.

About INL

INL, based in Braga, was founded by the governments of Portugal and Spain under an international legal framework, to carry out interdisciplinary research, and implement and articulate nanotechnology for the benefit of society. The INL aims to become the world reference of nanotechnology to meet society's great challenges. Research and Technology activities are focused on six clusters: Health, Food, Energy, Environment, Information and Communication Technologies and Emerging Technologies of the Future, which complement each other and provide a basis for interdisciplinary interactions.

Sobre a Sogrape

Fundada em 1942 por Fernando Van Zeller Guedes, a Sogrape nasceu para mostrar ao mundo a qualidade dos vinhos portugueses. De uma adega na região do Douro focada na produção de Mateus Rosé, esta empresa familiar tornou-se global, com presença em mais de 120 mercados, detendo hoje cerca de 1.600 hectares de vinha distribuídos por Portugal, Espanha, Chile, Argentina e Nova Zelândia.

Movidos pelo propósito de trazer Amizade e Felicidade a todos aqueles com quem se relaciona através dos seus grandes vinhos, o espírito familiar e a cultura de equipa de alto desempenho que se vive na Sogrape são chave no caminho de sucesso que há quase 80 anos tem vindo a construir.

Sob a liderança de Fernando da Cunha Guedes, atual Presidente e representante da 3ª geração da família fundadora, a empresa líder em Portugal quer espalhar Sograpiness pelo mundo e afirmar-se como catalisadora de uma mudança social positiva, respeitando os limites do planeta na construção de um futuro mais sustentável e inclusivo.

Sobre o INL

O INL, localizado em Braga, foi fundado pelos governos de Portugal e Espanha, ao abrigo de um quadro legal internacional, para realizar investigação interdisciplinar, implantar e articular a nanotecnologia em benefício da sociedade. O INL pretende tornar-se no centro mundial de nanotecnologia para enfrentar os grandes desafios da sociedade. As atividades de Investigação e Tecnologia estão focadas em seis clusters: Saúde, Alimentos, Energia, Meio Ambiente, Tecnologias de Informação e Comunicação e Tecnologias Emergentes do Futuro, que se complementam e fornecem uma base para interações interdisciplinares.

More Press Releases