The growth cycle at Viña Lanciano

Todos os anos acompanhamos os vários estádios do ciclo de crescimento da videira na nossa vinha de Viña Lanciano. As condições meteorológicas determinam o início de algumas das fases e as tarefas que temos de realizar nas videiras.

Poda de inverno

Entre janeiro e fevereiro, dependendo do ano, começamos a podar as videiras enquanto estão dormentes, isto é, enquanto a seiva está concentrada no tronco e não circula por toda a planta. É um processo que não é realizado todo de uma vez, pois começamos normalmente com uma fase de pré-poda, que nos ajuda mais tarde na poda. Aproveitamos também a oportunidade para aplicar uma pasta à base de cobre para curar os cortes e evitar que fungos e bactérias nocivas penetrem na planta.

Subida da seiva nas videiras

Este é um dos momentos mágicos na vinha e dura pouco mais de uma semana. Por vezes é possível observá-la, mas têm de estar reunidas as condições meteorológicas adequadas para despertar cada uma das plantas. Tem normalmente lugar entre o fim do inverno e o início da primavera. A temperatura do solo tem de chegar aos 10 graus, para permitir que a seiva comece a circular e atinja as extremidades da planta, onde aparece como uma lágrima. É por isso que dizemos em espanhol que a vinha “chora” quando regressa à vida para mais um ano.

Subida da seiva nas videiras

Este é um dos momentos mágicos na vinha e dura pouco mais de uma semana. Por vezes é possível observá-la, mas têm de estar reunidas as condições meteorológicas adequadas para despertar cada uma das plantas. Tem normalmente lugar entre o fim do inverno e o início da primavera. A temperatura do solo tem de chegar aos 10 graus, para permitir que a seiva comece a circular e atinja as extremidades da planta, onde aparece como uma lágrima. É por isso que dizemos em espanhol que a vinha “chora” quando regressa à vida para mais um ano.

Mais notícias